Portada de antigua versión de Revista Libre Pensamiento

miércoles, 3 de diciembre de 2014

AS FARC E O FOLHETIM DO GENERAL ALZATE



NOTA DOS EDITORES
AS FARC E O FOLHETIM DO GENERAL ALZATE
OS EDITORES DE ODIARIO.INFO

Há duas semanas, o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, suspendeu os Diálogos de Paz com as FARC que se desenvolviam em Havana.

Motivo alegado: a prisão pelas FARC no Departamento de Chocó de um general e de duas pessoas que o acompanhavam.

Em entrevista ao diretor da ANNGOP, Dick Emanuelsson (odiario.info 2.12.14), os comandantes guerrilheiros Pastor Alate e Isaias Trujillo esclareceram as circunstâncias da prisão, desmentindo a versão fantasista do governo.

No domingo,1 de Dezembro, as FARC entregaram o general a representantes da Cruz Vermelha Internacional.

O episódio adquiriu posteriormente facetas folhetinescas.

Humberto de la Calle, chefe da delegação do governo às conversações de Havana, fez acusações gravíssimas às FARC.

A foto  que odiario.info publica hoje ridiculariza essas declarações. Nela aparece o general Dario Alzate abraçado ao comandante Pastor Alate pouco antes da sua libertação,  num gesto de reconciliação e paz.

Dias antes, as FARC tinham libertado dois soldados capturados há três semanas. Numa entrevista que obteve ampla divulgação internacional ambos informaram que haviam sido bem tratados, criticaram a guerra e pronunciaram-se pela paz.

O embaraço do governo colombiano é compreensível.

O general foi capturado como prisioneiro de guerra quando, numa área controlada pelas FARC,  se embrenhara sem escolta pela selva, acompanhado de uma advogada de um cabo. Que pretendia? Até hoje a pergunta não obteve resposta.

Os seus acompanhantes foram também entregues à Cruz Vermelha.

A retomada das conversações de paz em Havana é agora uma certeza.

O povo colombiano tira conclusões do caso. Enquanto o exército publica fotografias macabras de guerrilheiros mortos, as FARC divulga a foto do general abraçado a um comandante guerrilheiro que participa dos Diálogos de Havana.

A reação do governo de Santos é desprestigiante. O general Dario Alape foi forçado a pedir a passagem à reserva.


OS EDITORES DE ODIARIO.INFO 

No hay comentarios:

Publicar un comentario

Follow by Email

Seguidores

Páginas vistas en total